Salomão Cordeiro rebate críticas da prefeita de Santa Terezinha e garante que Câmara aprovará recursos do pré-sal em prol do povo



O presidente da Câmara de Santa Terezinha-PB, Salomão Cordeiro (PP), rebateu as críticas da prefeita Terezinha de Zé Afonso (PSDB), sobre a sessão extraordinária convocada por ela para votar a cessão onerosa do governo federal sobre os recursos do pré-sal enviados para as contas da prefeitura. O dinheiro só pode ser usado após aprovação de crédito especial no valor de 450 mil, solicitados por Terezinha para a construção de uma Caixa D’água na comunidade Santana e o restante para pagar do INSS para previdência social do município.

A prefeita alegou que os vereadores faltaram à sessão com o objetivo de impedir o andamento da obra da Santana e o acesso da prefeitura aos recursos, causando atrasos nos investimentos. Samolão Cordeiro respondeu aos argumentos de Terezinha e perguntou porque só agora a prefeita está interessada em fazer obras pelo município, após três anos à frente da cidade.  

“Sobre a questão da Sessão Extraordinária que foi convocada pela senhora prefeita que trata da votação do projeto sobre a cessão onerosa do governo federal sobre a transferência e divisão de recursos do pré-sal. A câmara na condição de instituição, e eu como presidente, fizemos todos os procedimentos para a ocorrência da sessão, que de fato aconteceu, convoquei todos os vereadores, todavia entenderam que a matéria não requeria urgência e não vieram à sessão. Com isso, a votação ficou prejudicada, pois não houve quórum regimental. A matéria também não foi enviada em regime de urgência, e nem deve ser, porque se ela tivesse pressa para gastar esse dinheiro como ela sempre tem, ela teria enviado essa matéria no ano anterior, como acontece com quase todas as cidades na região de Patos, e já foram aprovadas”, explicou Salomão.

O presidente disse também que não compreende por que a prefeita está com tanta pressa, pois os recursos já foram assegurados e estão em conta e só deverão ser usados após a aprovação do projeto na Câmara. Segundo ele, o projeto não foi votado porque a prefeita encaminho para a Casa legislativa no período de recesso regimental.   

“Não há por que ter pressa, pois os recursos já estão depositados em conta e não irão sumir, mas eles só podem ser gastos quando houver o projeto aprovado pela Câmara Municipal. Mas não há necessidade de desespero, pois a câmara está voltando do recesso agora no início de fevereiro, pois os trabalhos já voltam. Então eu fiz o comunicado à senhora prefeita, e mostrei também a impossibilidade de votar na convocação dela. Nós não vamos obstaculizar esse projeto, nós iremos aprovar obviamente, pois é uma forma de beneficiar a nossa população, e nós queremos isso”, garantiu o presidente.

De acordo com Salomão, o desejo dos vereadores é de aprovar o projeto e tentar fazer com que a população seja beneficiada com esses recursos. Ele denunciou que a prefeita não está investindo na população e não fez sequer uma obra na cidade.

“Nós temos que ver a melhor forma de beneficiar a população, porque essa prefeita entrou na prefeitura e já vai sair, mas não fez nada, nem uma obra sequer no município. Até as que foram deixadas pelo gestor anterior ficaram aí paradas, por concluir depois de três anos. Essa é uma gestão que tem pavor a obras, a prefeita não quer deliberadamente fazer nada pelo município. Portanto, nós iremos sim aprovar este projeto, pois é mentirosa a história de que estamos obstaculizando este projeto. É desespero de quem não sabe fazer e não fez nada até agora. Nós da oposição temos a cabeça erguida, pois mostramos trabalho, o ex-prefeito Davi Cordeiro deixou um legado de obras, um leque; o ex-prefeito Arimateia Camboim também fez várias obras no município e ainda deixou várias obras para serem concluídas pela atual gestão, que também não finalizou nenhuma”, declarou indignado o presidente da Câmara.

Salomão cobrou ainda que a prefeita faça alguma coisa para ter o que mostrar ao povo quando for para a campanha de reeleição, pois disse que a gestão não tem nenhuma obra para apresentar e não chegou a dar continuidade às obras que foram deixadas pelo gestor anterior a ela.

Blog do Jordan Bezerra




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.