Locais

Relembre personalidades patoenses que morreram em 2021 vítimas da Covid-19

O jornalismo patoense perdeu grandes nomes em 2021

ÓTICAS GUIMARÃES

O ano de 2021 foi marcado por grandes perdas em decorrência da Covid-19. Várias personalidades partiram após complicações provocadas pela doença. São muitos nomes, mas alguns deles marcam com maior pesar, tendo em vista sua atuação junto à sociedade e o legado de contribuição.

A reportagem do Patosonline.com fez um levantamento para destacar os principais nomes de personalidades que partiram em 2021, um dos anos mais trágicos se considerados os números de contaminação, morte e o número de recuperados.

Na medicina

A médica Eva Riana faleceu em fevereiro de 2021, após complicações da Covid-19. Dra. Eva faleceu em Campina, na Clínica Santa Clara. Após grande contribuição durante a pandemia, Dra. Eva acabou se contaminando e, por apresentar comorbidades, não resistiu. O médico ginecologista Orlando Damascena faleceu no mês de maio, em João Pessoa, e o urologista Dr. Vandui Oliveira, também faleceu em Campina Grande, após apresentar fortes sintomas e ser intubado em decorrência da Covid-19.

No jornalismo

O jornalismo patoense perdeu grandes nomes em 2021. O radialista Fábio Diniz afastou-se de seu programa, na rádio Arapuan, após apresentar sintomas graves. Ele faleceu em 4 de junho de 2021, em consequência da Covid-19. Partiram também os radialistas da Rádio Espinharas de Patos Roberto Fortunato e Maciel Alves, ambos no mês de julho. Todos morreram no pleno exercício profissional de cobrir a pandemia e levar informação ao público.

Na política

O ex-prefeito de Patos, Dr. Ivanes Lacerda faleceu em janeiro de 2021, após sofrer complicações decorrentes da infecção por Covid-19. Dr. Ivanes realizou uma pequena cirurgia de Traqueostomia, e mesmo assim não resistiu e faleceu. Ivanes contraiu a doença nos seus últimos dias de mandato, chegando a participar da campanha eleitoral do agora prefeito de Patos, Nabor Wanderley (Republicanos).

O então secretário de saúde de Patos Eisenhower Alves de Brito Segundo, faleceu em junho de 2021, vitima da Covid-19. Ele foi eleito vereador, mas deixou o parlamento para assumir a Saúde de Patos. Após ter sido contaminado, não resistiu e morreu.

No comércio

Em agosto deste ano, o optometrista José Roberto Aranha, que também era proprietário da Ótica Help, em Patos, foi internado com fortes sintomas da Covid-19 e precisou ser intubado. Após grande luta contra a doença, ele acabou não resistindo. Roberto Aranha também era pastor evangélico.

Quem também partiu foi o empresário Elias Ferreira Mendes, que era representante da Eletrolux em Patos. Messias faleceu em junho, antes mesmo de ser intubado. Ele era proprietário da empresa Super Frio, no São Sebastião.

Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo