Ramonilson Alves expõe seu histórico de vida e razões que o levaram a entrar na política de Patos. Veja vídeo



O juiz de direito recém aposentado, Ramonilson Alves Gomes, natural da cidade de Patos, é filho de mecânico e de uma dona de casa e também comerciante. Seu pai faleceu quando ele tinha apenas sete anos de idade. Aos 14 anos já começou a trabalhar no mercado central, onde ficou por 4 anos. Dos quatro filhos, Ramonilson é o único do sexo masculino.

Sempre teve gosto pelos estudos, e logo foi cursar direito em Campina Grande. Foi advogado, foi professor, juiz de direito no estado do Piauí, e também na Paraíba. Fez mestrado e deve estar concluindo o doutorado ainda este ano.

Confessou que não quis ir para Campina Grande há cerca de cinco anos, tendo em vista que escolheu mesmo viver e criar seus filhos na cidade de Patos.

A decisão de deixar a magistratura e ingressar na vida politica como pré candidato a prefeito de Patos na eleição deste ano de 2020, veio pela consciência de que a politica interfere diretamente na qualidade de vida das pessoas, e em todos os setores da sociedade.

Alem disso, Ramonilson contou que os escândalos constantes envolvendo casos de corrupção na política patoense também fizeram que ele tomasse a iniciativa de tentar mudar pra melhor a realidade e a imagem da cidade onde nasceu e escolheu para viver.

Ramonilson ainda acrescentou que não precisa aumentar seu patrimônio através da política, e que seu único intuito é buscar promover melhorias na vida dos patoenses, uma vez que acredita que isso ainda e possível.
Ele também comentou que a decisão foi tomada com base em muita reflexão e ainda no apelo popular.

Ouça mais detalhes na entrevista publicada nesta terça-feira (31), e concedida ao radialista Luiz Carlos na Rádio Espinharas FM, 97,9:

Matéria por Patosonline.com




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.