“Queremos melhores condições de trabalho para atender a população”, relata funcionário durante ato do Banco do Brasil, em Patos

????????????????????????????????????



Funcionários do Banco do Brasil, agência Patos, aderiram ao ato nacional e paralisaram as atividades nesta sexta-feira, dia 29, diante do fechamento de mais de 300 unidades do banco, sobrecarga de trabalho diante da redução do quadro de funcionários e a ameaça de privatização de todo o Banco do Brasil por parte do Governo Federal. A atividade contou com o apoio do Sindicato dos Bancários de Patos e Região.

Ato em Patos – PB

Na cidade de Patos, os funcionários se concentraram na área dos caixas eletrônicos e abordaram os usuários para esclarecer os motivos para paralisação nacional e para pedir apoio da sociedade em decorrência dos ataques sistemáticos do Governo Federal a instituição bancária.

Falando em nome dos funcionários, Jamil Nóbrega disse que estão existindo remoções compulsórias de trabalhadores, redução do salário, imposição de metas abusivas, diminuição do quadro de funcionários, fechamento de agências na região que acarretam sobrecarga em Patos, além de perca da função social do Banco do Brasil e ameaça de privatização de uma empresa estatal lucrativa e que é estratégia para a economia e soberania do país.

José Gonçalves com funcionários do BB

Esclarecendo sobre os fatos enfrentados pelos trabalhadores, Jamil relatou que a agência do Banco do Brasil em Patos já operacionalizou com 44 funcionários, mas, atualmente, dispõe de apenas 31 para uma demanda cada vez mais crescente no atendimento. “Patos atende 14 cidades da nossa região! É uma agência estratégica, mas vem sendo subestimada e prejudicando o bom atendimento aos milhares de usuários. Com o fechamento de agências na região, a tendência é sobrecarregar ainda mais o atendimento em Patos! Nossa reivindicação é por melhores condições de trabalho e contra os ataques ao Banco do Brasil em nível nacional por parte do Governo Federal”, afirmou Jamil.

Presente ao ato, o vereador sindicalista José Gonçalves (PT) colocou o mandato à disposição da luta dos funcionários e disse que a sociedade tem que apoiar a luta em prol do Banco do Brasil que vem sendo ano a ano atacado, mesmo dando lucros fabulosos. “O povo deve conhecer mais o Banco do Brasil e sua importância para a nação. Desde o Governo de Michel Temer, o banco vem sendo desmontado e sendo retirada sua função social ao país”, finalizou Gonçalves.


Ouça entrevista com Jamil Nóbrega:


Jozivan Antero – Patosonline.com