Mundo

Queda de avião mata pelo menos 68 no Nepal; passageiro filma momento do acidente. VEJA VÍDEO

Voo decolou de Katmandu, capital do país, neste domingo (15) com 72 pessoas a bordo. Esse é o acidente com mais vítimas no país desde 1992.

ÓTICAS GUIMARÃES

A queda de um avião bimotor no oeste de Pokhara, no Nepal, deixou pelo menos 68 mortos neste domingo (15), segundo a autoridade de aviação civil do país. O voo tinha 72 pessoas a bordo e havia decolado de Katmandu, capital do país. Foram retirados 67 corpos do local.

Segundo o banco de dados da Aviation Safety Network, este é o acidente com mais mortos dos últimos 30 anos no Nepal desde 1992, quando um Airbus A300 da Pakistan International Airlines caiu em uma encosta ao se aproximar de Katmandu, matando 167 pessoas.

A aeronave que caiu neste domingo (15), uma ATR 72, era operada pela empresa de voos domésticos Yeti Airlines. Um representante da companhia aérea informou que dentre os ocupantes estão duas crianças, quatro tripulantes e 15 estrangeiros.

O avião levava pessoas das seguintes nacionalidades: 57 nepaleses (incluindo as duas crianças), cinco indianos, quatro russos, dois sul-coreanos, um irlandês, um australiano, um francês e um argentino, segundo autoridades do aeroporto de onde decolou a aeronave.

Um porta-voz do aeroporto do Nepal disse que as buscas foram paralisadas neste domingo por causa da chegada da noite e pouca iluminação. Os trabalhos para encontrar os quatro passageiros ainda desaparecidos serão retomados nesta segunda (16).

A viagem de Katmandu para Pokhara é uma das rotas turísticas mais populares do país do Himalaia. O voo curto, e a viagem de carro leva seis horas em estradas montanhosas.

Equipes de resgate trabalham no local do acidente no Nepal neste domingo (15) — Foto: Krishna Mani Baral/AFP
Equipes de resgate trabalham no local do acidente no Nepal neste domingo (15) — Foto: Krishna Mani Baral/AFP

O tempo estava claro no domingo, disse Jagannath Niroula, porta-voz da Autoridade de Aviação Civil do Nepal.

De acordo com informações do aeroporto de Seti Gorge, o avião fez contato às 10h50 (05h05 GMT) e caiu na sequência.

“Metade do avião está na encosta, e a outra metade caiu no desfiladeiro do rio Seti”, disse Arun Tamu, morador local, que disse que chegou ao local minutos depois que o avião caiu.

O primeiro-ministro do Nepal, Pushpa Kamal Dahal, convocou uma reunião de gabinete de emergência após a queda do avião, disse um comunicado do governo.

Após o acidente, a Yeti Airlines diz ter cancelado todos os voos regulares marcados para 16 de janeiro.

Veja abaixo o vídeo feito por um passageiro que mostra o momento da queda:

Fonte: g1

Vídeo: Reprodução/O Tempo


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo