Policial

Quadrilha presa pela PF vendia chips clonados

Em reportagem concedida a nossa equipe, o delegado da Polícia Federal em Patos, Dr. Derly Brasileiro, informou que parte da quadrilha desarticulada nesta quinta-feira no Sertão, vendia chips clonados de operadoras de telefonia móvel para pessoas do Sertão.

Com a quadrilha foram apreendidos vários chips, prontos para serem comercializados. Os fraudadores baixavam as senhas dos números, via internet, e posteriormente vendiam a pessoas que usavam o telefone por vários meses, até que a operadora descobrisse a fraude o cancelasse o número do aparelho.

Com relação aos presos, Derly Brasileiro informou que apenas quatro pessoas não foram capturadas durantes a “Operação Rede Marginal”. Essas pessoas são consideradas foragidas e continuarão sendo procuradas pela Polícia Federal.

O delegado informou que todos os presos estão em Patos. Eles serão ouvidos, e conforme seus depoimentos, alguns ficarão no Presídio Romero Nóbrega em Patos, e os considerados de alto periculosidade serão transferidos par João Pessoa.

Marcos Oliveira

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close