Politica

PT de Patos emite Nota sobre conjuntura Nacional, local e a oficialização da aliança PT-PMDB. Veja

Partido dos Trabalhadores do Município de Patos Sobre a conjuntura Nacional, local e a oficialização da aliança PT-PMDB.

As resoluções do Diretório  Nacional do Partido dos Trabalhadores orientam para que nas eleições municipais sejam reproduzidos os palanques que deram origem aos governos Lula e Dilma. Resguardadas as particularidades e, portanto, o direito de cada partido lançar individualmente seu próprio candidato –se assim o desejar- a orientação geral é que estejam unidas localmente as forças que apoiaram Lula e que apóiam Dilma,  sobretudo em municípios com mais de 100 mil habitantes, como é o caso de PATOS. O PSDB, DEM e PPS foram obstáculos aos dois governos do presidente Lula e continuam a se opor ao governo Dilma. Se opõem ao programa Bolsa Família que atende 14 milhões de famílias, a quem chamam de “Bolsa Esmola”. Se opõem ao PROUNI  que colocou no interior das universidades mais de um milhão de estudantes carentes, 50% dos quais de origem negra. No caso do PROUNI, o DEM teve o desplante de entrar na justiça pra impedir que estudantes pobres fossem  estudar de graça nas universidades. Estes dois casos resumem de maneira clara o que pensam:  nada de políticas e programas sociais para os mais carentes. Esta é a linha política do PSDB, DEM e PPS.  Portanto, O PT fez uma leitura do quadro politico em Patos e seguiu as orientações do Diretório Nacional.

"EveraldoA direção local do PT  comunica a formação de uma aliança com o PMDB  para consolidar e ampliar o conjunto de políticas públicas estabelecidas em nossa aliança nacional e implantadas em nível de poder local pelo PMDB. O PT deixa claro que não aceita o atraso, o retrocesso de quem quando governou a cidade esqueceu prioridades, não atendendo aos anseios da população por uma vida digna e melhor. Os avanços obtidos na política social brasileira em nível nacional, estadual e local passaram e passam pelo PT e por valiosos aliados, entre os quais estão o PMDB, PCdoB, PRB, PHS, PSL, PSC, dentre outros.  Reproduzir esta aliança em nível local, superando divergências,  enfrentando o debate,   é sinal de maturidade das forças que estão no poder em nível nacional. É no município onde se vive, é no município onde a importância das conquistas dos  governos Lula e Dilma são mais palpáveis, são mais sentidas. Se aliar a quem se opõe as estas mudanças concretas seria ficar contra a população pobre e carente que precisa de governos à esquerda, comprometidos com o sentimento popular.

Enfim, por dez anos de mudanças consecutivas até aqui duramente conseguidas e festejadas pelo povo, por mais dez anos de governos comprometidos com mudanças, consolidando o que foi conquistado e ampliando radicalmente estas conquistas, o PT comunica que marchará unido numa aliança com o PMDB local.

Até à vitória,

                   Patos, 30 de maio de 2012.

 

                                  José Everaldo Nunes,

                     Presidente do Partido dos Trabalhadores.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close