PSB entra com ação para reaver mandato de deputados ‘infiéis’ na manhã desta sexta



O advogado do PSB, Ricardo Sérvulo, revelou na tarde desta quinta-feira 22 que o partido dará entrada na manhã desta sexta-feira 23, junto ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), a ação de declaração e decretação de infidelidade partidária cumulada com um pedido de retomada de mandato, contra os deputados estaduais e federais que deixaram a legenda no início do mês.

“Íamos dá entrada a ação na tarde desta quinta-feira, mas faltou um documento e adiamos para esta sexta-feira de manha”, declarou.
Sérvulo disse também que as expectativas quanto a um resultado positivo do processo em favor do PSB são as melhores possíveis, pois a Lei é clara e determina que o mandato e do partido.
“A expectativa é melhor possível, pois a resolução é clara e diz que o mandato é do partido”, afirmou.

“Não tiveram nenhum motivo para deixar o partido. Interesses pessoais não podem se sobrepor aos partidários”, acrescentou.

Ao todo sete parlamentares, cindo deputados estaduais (Leonardo Gadelha, Guilherme Almeida, Carlos Batinga, Expedito Pereira e Nadja Palitot) e dois federais (Marcondes Gadelha e Manoel Júnior) deixaram o PSB, e migraram para o PMDB, PSC e PSL. Todos alegam perseguição da cúpula socialista.

Wscom