Projeto de Lei prevê que vereadores trabalhem de graça, apenas pelo “amor” à função



Um Projeto de Lei que será analisado pela Câmara Municipal de Santa Helena de Goiás, a pouco mais de 200 quilômetros de Goiânia, promete dar o que falar. 

O texto prevê que os nove vereadores da cidade deixem de receber o salário, hoje em cerca de quatro mil reais. 

Neste caso, os parlamentares passariam a trabalhar, digamos, apenas pelo amor à profissão e pela vontade de servir a sociedade. 

O autor do Projeto, o vereador Alcides Inácio de Freitas, avalia que o político já tem suas despesas pagas pelo poder público, como conta de telefone e combustível, por isso, não precisaria receber salário. 

Resta saber, agora, se os colegas do vereador vão concordar com a novidade, que ganhou a aprovação de vários eleitores. 

O presidente da Câmara, Ary Divino Martins, já afirmou ser contra a medida, ao dizer que quem faz um bom trabalho precisa receber por isso. 

Até agora, o texto foi apenas protocolado, e deve ser votado no mês que vem. Se a lei for aprovada, começa a valer ainda neste ano. 

Globo.com