Professora Marlene Neves não resiste e morre no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande



A professora Marlene Neves dos Santos, de 69 anos, teve um acidente vascular cerebral hemorrágico no dia 20 de setembro, foi internada no Hospital São Francisco, teve uma melhora e dias depois necessitou fazer um procedimento cirúrgico no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande.

Nesse procedimento cirúrgico ela foi submetida a um coma induzido e não retornou. Esteva em coma durante todo este tempo, mas não resistiu e morreu por volta das 18h30min deste domingo, 20.

Marlene tem duas filhas, mora no Belo Horizonte e foi professora por muitos anos em Patos, trabalhando em diversas instituições inclusive nas Faculdades Integradas de Patos (hoje Centro Universitário de Patos).

Era muito conhecida e querida em Patos.

A família ainda não informou sobre velório e sepultamento.

Folha Patoense

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com