• Dra Milena
Politica

Procurador do Município de Patos pede à Câmara para apurar denúncia contra vereador, que rebate em nota e diz em breve, o povo vai saber por que não querem que ele fiscalize a UPA 

ÓTICAS GUIMARÃES

A Procuradoria Geral do Município de Patos enviou, nesta semana, um ofício n° 586/2022, para a Câmara Municipal Casa Juvenal Lúcio de Sousa, solicitando da Mesa Diretora a formação de uma Comissão Processante para apurar as supostas condutas ilícitas praticadas pelo vereador Josmá Oliveira. O ofício tem como base os relatos da direção da UPA 24 Dr. Otávio Pires de Lacerda, e ainda de um Boletim de Ocorrência protocolado na Delegacia de Polícia Civil.

No ofício enviado para a Câmara Municipal de Patos, estão narrados os fatos das invasões feitas pelo vereador Josmá Oliveira, onde o mesmo abusa do seu poder invadindo áreas restritas daquela casa de saúde, constrangendo pacientes e servidores públicos.

Baseado no Art. 13, inciso I do Regimento Interno da Câmara Municipal de Patos, considera procedimento incompatível com o decoro parlamentar, o abuso das prerrogativas que é assegurada aos vereadores, mas devem ser realizadas através da mesa diretora da Câmara.

OUTRO LADO:

NOTA

Boa tarde a todos!

Sobre o episódio da UPA.

Quero informar a todos que não é a primeira vez que sou vítima desse tipo de situação.

Não invadi nada!
Não tinha paciente nua alguma!
Não vi ninguém nú lá!
Não teve constrangimento algum!
Em hipótese alguma entrei em ambiente de descanso de ninguém, totalmente absurda essa colocação.

inclusive já tenho áudios de uma pessoa da UPA dizendo que “acho que o vereador viu alguém nú”

(Tenho testemunha que presenciou minha fiscalização na UPA e outras pessoas já me ligaram para ficar a disposição)

Sobre um suposto B.O. feito pelo pessoal da UPA. Eu mesmo estou procurando a polícia e cobrando a elucidação de todos os fatos, pois quem não deve, não teme.

Inclusive irei sugerir ao delegado a divulgação de todas as imagens do sistema de monitoramento da UPA. Espero que todas as imagens estejam lá!

Lembre se, o ônus da prova compete a quem acusa!

Agora o que não pode acontecer é pessoas que ocupam cargos comissionados e contratados (que fazem o jogo sujo do prefeito) criarem fatos contra vereador da oposição. (O que é rotineiro aqui em Patos)

Já conversei com meus advogados, já estão trabalhando no caso, que inclusive estamos estudando ingressar com denuncia crime por denunciação caluniosa com litigância de má fé.

Sobre a exploração midiática em duas Rádios da cidade, uma rádio é do prefeito e a outra, a esposa do diretor que tem “facilidades políticas aqui em Patos e região” conforme amplo material recebido aqui no meu gabinete que será divulgado em breve.

Em breve, todo povo de Patos vai saber por que não querem que eu fiscalize a UPA.

Próximo capitulo em breve!

Josmá Oliveira
O vereador empregado do povo!

Patosonline.com

Com informações das assessorias da Prefeitura Municipal e do vereedor Josmá Oliveira


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo