LocaisPolitica

Procurador do município de Patos-PB explica ordem judicial do MP para melhorias no Mercado Público e da Carne. Ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

A reportagem da Rádio Espinharas de Patos falou esta semana com o procurador do município de Patos, Alexsandro Lacerda, que repassou maiores detalhes sobre um processo judicial que visa impor procedimentos de medidas sanitárias ao Mercado Público de Patos e Mercado da Carne.

Alexsandro informou que o referido processo trata-se de uma ação civil pública, iniciada no ano de 2018, junto ao Ministério Público, que apontou a existência de pendências sanitárias.

Já em 2019, uma sentença judicial determinou que fosse feita uma convocação de todos os comerciantes cadastrados do Mercado Público, para apresentarem os termos de concessão do espaço público, conforme disse o procurador.

A segunda medida cobrada pelo Ministério Público solicitou a especificação dos funcionários públicos que exercem função dentro do Mercado Público da Carne.

E a terceira medida adotada pelo MP cobrou uma programação para realização dos procedimentos de dedetização daquele espaço público, tornando isso de forma periódica. Também cobrou que a Vigilância Sanitária Municipal também adotasse inspeções periódicas.

Diante das colocações do procurador, ele mesmo frisou que ainda em 2020 o então prefeito em exercício, Dr. Ivanes Lacerda, teria promovido a reforma do Mercado Público, bem como a revisão das instalações elétricas e adoção de medidas sanitárias.

Portanto, garante que muitas medidas já foram tomadas bem antes da decisão judicial, que neste momento não reflete a realidade atual do Mercado Público. E deixou claro que o município está ciente das responsabilidades, e que fará outras melhorias.

Ouça mais detalhes no áudio que segue abaixo.

Alexsandro Lacerda – Procurador do Município de Patos (Mercado Público) | Áudio de Wânia Nóbrega/Rádio Espinharas

Matéria por Patosonline.com
Áudio de Wânia Nóbrega – Rádio Espinharas


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo