Pró-reitora da UFCG diz que retorno das aulas presenciais representa preocupação em meio a pandemia da covid-19. Ouça;



A pró-reitora da Universidade Federal de Campina Grande-Campus de Patos, Ana Célia Athayde, comentou durante entrevista concedida à Rádio Universidade FM, a possibilidade de retorno das aulas presenciais por meio do ensino híbrido, no ano letivo 2021.

Segundo Ana Célia, a continuação do ano letivo 2020 por meio do ensino remoto, não dispensa o retorno das atividades presenciais, porém necessita para isso, do aval das autoridades de saúde para o pleno funcionamento das instituições de ensino.

A pró-reitora também considerou eventuais riscos de aumento no contágio do novo coronavírus por meio do ambiente escolar, motivo que levará as instituições de ensino a respeitarem a decisão dos pais ou responsáveis, no tocante a enviar seus filhos para participar ou não das atividades presenciais.

“Primeiro a gente tem que se pautar nas normativas governamentais do MEC, nas normativas governamentais do Ministério da Saúde, a gente tem que reconhecer o vírus, como a gente tem que reconhecer a pandemia, como a doença se comporta em crianças e jovens, a gente precisa saber se essa doença está ou não numa segunda onda, e precisamos estar orientados para tomar uma decisão”, disse a educadora.  

Ela acrescentou que os prejuízos ocorridos no ano letivo 2020 levarão um certo tempo para serem resolvidas nas escolas e nas universidades brasileiras e alertou as instituições de ensino a cumprir os protocolos de biossegurança, para um eventual retorno das atividades. Ouça;

Por Genival Junior – Patosonline.com

Áudio de Misael Nóbrega- Rádio Universidade FM