Regional

Principais mananciais que abastecem Patos e região iniciam ano de 2023 em situação de alerta; veja comparativo com relação ao mesmo período do ano passado

ÓTICAS GUIMARÃES

Ao final desse ano de 2022, o Patosonline.com fez um levantamento da situação hídrica dos principais mananciais que abastecem a cidade de Patos e região, com base nos dados oficiais da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), atualizados no último dia 30 de dezembro.

O açude Estevam Marinho, localizado no município de Coremas e popularmente conhecido como Açude de Coremas, responsável pelo abastecimento de Patos e vários municípios da região, aparecia na última atualização com 347.477.358m³ (metros cúbicos de água), equivalente a 46,69% de sua capacidade.

  • Início de 2022: 292.138.918m³ (metros cúbicos de água), equivalente a 39,26% de sua capacidade.

A Barragem da Farinha, localizada no município de Patos, é a que mais preocupa nesse início de ano. Na última medição da AESA, o manancial apresentava um volume hídrico de apenas 2.192.885m³ (metros cúbicos de água), o que representa 8,52% de sua capacidade.

  • Início de 2022: 6.022.788m³ (metros cúbicos de água), o que representa 23,40% de sua capacidade.

O açude do Jatobá, também localizado no município de Patos, entra nesse ano de 2023 com uma situação um pouco melhor que a Farinha, mas também já em estado de alerta. O manancial registrava um volume de 4.655.863m³ (metros cúbicos de água), correspondendo a 26,58% de sua capacidade.

  • Início de 2022: 7.089.944m³ (metros cúbicos de água), correspondendo a 40,48% de sua capacidade.

A Barragem de Capoeira, outro importante manancial localizado no município de Santa Terezinha, apresentava na última medição um volume hídrico de 16.898.530m³ (metros cúbicos de água), equivalente a 31,62% de sua capacidade.

  • Início de 2022: 22.149.777m³ (metros cúbicos de água), equivalente a 41,44% de sua capacidade.

O açude Cachoeira dos Cegos, localizado no município de Catingueira e popularmente conhecido por Açude do Cego, registrava um volume de 29.621.169m³ (metros cúbicos de água), o que equivale a 41,21% de sua capacidade. 

  • Início de 2022: 34.371.018m³ (metros cúbicos de água), o que equivale a 47,81% de sua capacidade. 

Grande parte dos mananciais finalizaram este ano de 2022 abaixo da casa dos 40% de sua capacidade, deixando a população em alerta, no entanto, as chuvas caídas nos últimos dias animam os sertanejos na esperança de um bom inverno em 2023, e consequentemente uma boa recuperação no volume dos açudes.

Por Felipe Vilar – Patosonline.com

Com dados oficias da AESA


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo