PRF erradica 538 mil pés de maconha em operação conjunta no sertão de PE



A primeira fase da Operação Carcará, desenvolvida em conjunto com a Operação Muçambê III, atingiu nove municípios do conhecido “polígono da maconha”

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, neste domingo (12), os trabalhos de repressão ao cultivo ilícito de maconha no sertão de Pernambuco. Iniciada no último dia 22 de junho, a primeira fase da Operação Carcará foi realizada de forma integrada com a Polícia Federal por meio da Operação Muçambê III. A ação resultou na erradicação de 179 roças de cultivo ilícito da droga. No total, foram incinerados 538 mil pés de maconha, o que equivale a cerca de 180 toneladas da droga que deixaram de ser produzidas para comercialização e um prejuízo estimado de R$ 180 milhões às organizações criminosas.

A Operação, que integrou agentes da PRF, PF e forças de segurança estaduais, foi deflagra na zona rural dos municípios de Salgueiro, Parnamirim, Dormentes, Cabrobó, Belém do São Francisco, Orocó, Carnaubeira da Penha, Floresta e Betânia. Além do helicóptero “Bell 407”, a PRF mobilizou dez viaturas operacionais, uma unidade móvel de pronto atendimento (ambulância) e 38 policiais especializados.

CARCARÁ – com o uso de policiamento qualificado orientado por inteligência, a Operação Carcará tem como objetivo coibir o tráfico de entorpecentes e crimes relacionados desde a quebra do ciclo produtivo da maconha até o seu transporte e distribuição, especialmente nos estados da região nordeste que compõem o “polígono da maconha”.

Em 2020, a PRF já apreendeu 331 toneladas de maconha, o que representa mais maconha apreendida em 6 meses do que o total de apreensões de 2019.

Fonte: prf.gov.pb




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.