PRF apreende peixe transportado irregularmente do Sertão para o Litoral



A Polícia Rodoviária Federal apreendeu no final da tarde de quinta-feira (22), uma carga com mais de 700 quilos de peixe que estava sendo transportado fora da legalidade.

 

A apreensão foi às 17h00 no Posto da PRF de Bayeux no km 32 da rodovia BR-230, quando os policiais de serviço pararam uma camioneta Chevrolet GM S-10 de placas MNM-8800/PB, conduzida por Carlos Antônio de Lucena, 42 anos, responsável pela carga de 759 quilos.

 

Na carga foram encontrados peixe das espécies, Tilápia, Carpa, Piaba, Tucunaré e Traira, que segundo ele, o pescado oriundo do sertão paraibano, seria distribuído para comercialização nas feiras livres de João Pessoa.

 

A PRF acionou a Agência Estadual de Vigilância Sanitária – AGEVISA, que constatou que os peixes acondicionados em caixas de isopor estavam com a temperatura de 17 graus, oferecendo risco à saúde pública, impróprio para o consumo humano.

 

Segundo a AGEVISA, a temperatura exigida pela legislação séria de cinco graus positivos, e Carlos Antônio só não foi autuado porque os peixes não foram distribuídos.

 

Os 759 quilos de peixe foram levados pela AGEVISA para incineração, enquanto que Carlos Antônio foi encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Bayeux onde irá responder por crime ambiental, haja vista que a carga que também estava sem nota fiscal, ainda com a quantidade superior admissível. A média nacional é de 30 quilos por pessoa durante o período no qual a pesca é proibida.

 

 

Insp. Genésio VieiraNúcleo de

Comunicação Social – DPRF/PB

contato: (83) 8852-2977