Preso é flagrado cavando buraco em cela



A polícia militar de Pombal frustrou uma fuga que estava sendo arquitetada por um detento, que cumpre pena por três homicídios, e que resultaria na liberação de vários outros.

De acordo com relatório policial, encaminhado pelo tenente Rodrigo Cavalcante, comandante da 3ª companhia de polícia militar, sediada em Pombal, a descoberta da ação aconteceu volta da 16h30 do último sábado (04), quando o comandante da guarda da Cadeia, cabo Kennedy, percebeu uma movimentação estranha no interior do presídio.

De imediato, o fato foi informado ao sargento F. Sousa, responsável pelo policiamento, que pediu o apoio de outras guarnições para efetuarem uma revista “pente fino” naquela unidade prisional, pois há vários dias o tenente Cavalcanti vinha monitorando e informando a seus comandados sobre o fato, de que há dois dias o detento Francielde da Silva, vulgo "Pai Velho", vinha simulando que estava doente.

No momento da revista, "Pai Velho" confessou aos policiais que seu primeiro plano seria tentar fugir do hospital distrital ou ser resgatado na hora da escolta.

Ainda de acordo com o tenente, ele também é acusado de matar um policial no Estado de São Paulo.

Diante da não transferência para o hospital, ele resolveu com outros detentos partir para um segundo plano, que foi furar a parede e fugir (no detalhe da foto).

No entanto, durante a revista a PM pôde constatar os buracos, e apreender o material usado na tentativa do arrombamento: um eixo de ventilador (ferro), um ventilador desmontado e a importância de R$ 60 (à direita, na foto) pertencente ao "Pai Velho".

O fato foi comunicado a Juíza das Execuções Penais da Comarca de Pombal, para as providências cabíveis.

Rádio Liberdade