Presidente do SINFEMP pede que servidores pressionem vereadores a não aprovar alíquota de 14% da reforma da Previdência. Ouça;



A presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região-SINFEMP, carminha Soares, defendeu nesta terça-feira, em contato com o jornalista Misael Nóbrega, a aprovação da alíquota progressiva em proposta apresentada pelo vereador ramon Pantera.

A sindicalista chamou a atenção dos servidores para acompanhar a sessão remota desta terça-feira, 28, e pressionar os parlamentares a rejeitar a proposta de 14% de desconto prevista no Projeto de lei 15/2020, encaminhado no início do mês pelo prefeito interino Ivanes lacerda. projeto.

“Hoje a gente já paga 11% e caso passe para 14%, a gente vai ficar com um desconto de 4% a mais em relação aos servidores que trabalham na iniciativa privada e que descontam para o regime geral de previdência social”, disse Carminha Soares.

Carminha chamou a atenção para uma possível manobra da bancada de apoio ao prefeito interino, que retirou o projeto de pauta na primeira oportunidade, e disse que os servidores não podem pagar por erros de gestores e pelo rombo provocado na previdência do município. Ouça;

Carminha Soares

Por Genival Junior -Patosonline.com

Áudio de Misael Nóbrega