Politica

Presidente do SINFEMP diz que servidores foram barrados em sessão da Câmara desta quinta (14): “só entram comissionados”

ÓTICAS GUIMARÃES

A presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos (SINFEMP), Carminha Soares, denunciou nesta quinta-feira, dia 14, que servidores foram impedidos de participar da sessão da Câmara Municipal. Segundo Carminha, uma equipe da Casa que estava na porta afirmou que não cabiam mais pessoas no plenário, por causa do distanciamento social.

O problema é que Carminha disse que a câmara foi lotada por funcionários comissionados da prefeitura, antes mesmo de a sessão começar, por volta das 16h, para evitar que os servidores participassem da sessão, que iria votar um projeto de lei que supostamente prejudicaria a categoria.

O projeto que foi votado em segunda votação nesta quinta criou uma nova contribuição dos servidores para o PatosPrev, o que deverá pesar no bolso dos funcionários, segundo o SINFEMP. Carminha lamentou que os servidores tenham sido barrados.

“Nós viemos aqui para a câmara, mas já estava lotada. Disseram que eram só 50 pessoas, e não deixaram mais servidores entrar. Está lotado de comissionados que chegaram de 16h e os demais servidores que apareceram. Não tivemos como entrar na câmara hoje. Então mais essa questão. Além de ser uma votação contra os servidores, eles estão sendo impedidos de entrar, devido à pandemia, é o que estão falando aqui. Mas enquanto estamos aqui fora, já entraram contratados, enquanto os servidores estão sendo barrados”, denunciou a presidente.

O vereador Zé Gonçalves também afirmou que a prefeitura mobilizou os funcionários contratados por Nabor para ocupar os assentos do plenário, quando na verdade os servidores que deveriam ser os interessados em participar da sessão e acompanhar a votação do projeto.

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios