Presidente do Sindicato dos Garis confirma demissão em massa da categoria na cidade de Patos



Em participação no Programa Polêmica, na Rádio Espinharas FM 97,9, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Limpeza Urbana da Paraíba (SINDLIMP/PB), Radamés Cândido, confirmou que todos os garis que prestam serviços a empresa Conserv LTDA estão de aviso prévio na cidade de Patos.

A empresa Conserv presta serviços de coleta de lixo, varrição e pintura de meio fio de forma terceirizada à Prefeitura Municipal de Patos, mas foi comunicada do fim do contrato para abertura de nova licitação por parte da edilidade.

Radamés Cândido comunicou que os garis se queixam de falta de depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), atraso de férias e outros problemas pela falta de cumprimento das leis trabalhistas. O presidente espera que a futura empresa aproveite a mão-de-obra dos garis para que os mesmos não fiquem desamparados.

O contrato da Prefeitura Municipal de Patos e a Empresa Conserv estava vigente até o final do mês de fevereiro diante de determinação do então prefeito interino Ivanes Lacerda (em memória). A empresa estava submetida a um processo pelo Controle Interno da Prefeitura de Patos e se confirmou falta de pagamentos ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) e outros problemas. Tal medida foi instaurada por determinação de Ivanes Lacerda.

Radamés está pedindo a gestão que contrate uma empresa mediante respeito às leis trabalhistas e que coloque clausulas que tratem o gari com respeito e dignidade. O presidente do sindicato confirmou presença com diretores na próxima quarta-feira, dia 17, em Patos.

A reportagem tentou contato com o diretor-presidente da Conserv, mas não obteve êxito. O espaço fica aberto à empresa.


Jozivan Antero – Patosonline.com