Presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde e de Combate as Endemias pede audiência com prefeito Nabor Wanderley, para discutir decreto municipal. Ouça;



O presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate as Endemias Bosco Valadares, disse ao jornalista Misael Nóbrega, da Rádio Espinharas 97,9 FM, que o sindicato solicitou uma audiência com o prefeito Nabor Wanderley, para cobrar mudanças no decreto municipal 001/2021, publicado semana passada.

Bosco Valadares detalhou que o decreto agride vários direitos adquiridos por ACSs e ACEs, muitos deles estabelecidos em legislação federal, inclusive por meio de garantias constitucionais.

“O decreto municipal no nosso ver, vem pra gente fazer uma ampla discussão, pois ele agride diretamente alguns direitos dos trabalhadores ACS e ACEs, e nós vamos procurar estabelecer esse diálogo para entrar em entendimento em algumas questões”, disse o sindicalista.

Entre os pontos colocados por Bosco Valadares, estão a mudança no horário corrido de 6h para oito horas, a questão do não pagamento de férias e terço de férias, bem como o retorno de servidores com problemas de saúde, que terão novamente que passar por decisão de junta médica.

Ele também afirmou que o SINDACSE pretende discutir o pagamento do PMAQ e do 14º salário das duas categorias, situação que ficou pendente da gestão anterior.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Áudio de Misael Nóbrega