• Dra Milena
Politica

Presidente do PT nega substituição da candidatura de Ricardo Coutinho

ÓTICAS GUIMARÃES

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, negou nesta segunda-feira, 12, em entrevista ao programa Arapuan verdade, que o ex-governador Ricardo Coutinho seja substituído pelo partido na disputa pelo senado na Paraíba, após o candidato ter o registro de candidatura indeferido na sexta-feira (9), pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, (TRE-PB).  

Indagada sobre o assunto, a presidente do PT fez a seguinte afirmação: “Seguimos confiantes. É uma questão de justiça para com o Ricardo Coutinho. Ele tem a preferência da maioria do eleitorado da Paraíba”, disse Gleisi Hoffmann. 

Gleisi acrescentou que o PT irá tentar reverter a inelegibilidade do ex-governador através de recursos no Supremo Tribunal Federal (STF), e disse que a decisão da Corte leva em consideração a pena de inelegibilidade imposta pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em novembro de 2020.

Na ocasião, Ricardo Coutinho foi acusado de praticar abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014, quando ele foi reeleito governador da Paraíba.

O prazo para substituições das candidaturas candidaturas consideradas inelegíveis ou que renunciaram a disputa será encerrado nesta segunda-feira, 12 de setembro. A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) permite também a substituição, daqueles que tiveram o registro indeferido ou cancelado.

A exceção só ocorre em caso de falecimento do candidato, situação em que a substituição poderá ser feita após essa data. Em todos esses casos, a troca só pode ser realizada no prazo de 10 dias a contar do fato que gerou a necessidade de substituição.


Por Genival junior – Patosonline.com


Mostrar mais
Botão Voltar ao topo