Politica

Presidente da Câmara de Patos rebate acusações sobre servidores barrados na sessão dessa quinta (14); ouça

ÓTICAS GUIMARÃES

A presidente da Câmara de Patos, Tide Eduardo (PSL), entrou em contato com a redação do Patosonline.com, nesta seta (15), para esclarecer as afirmações da presidente do SINFEMP, Carminha Soares, que disse que alguns servidores de Patos haviam sido impedidos de entrar para assistir à sessão da Câmara de Patos dessa quinta-feira (14).

Tide reforçou que a Câmara está sob determinação de uma portaria que permite apenas 50% da ocupação do auditório. A portaria diz ainda que parte das vagas seriam destinadas a assessores e à imprensa.

“Todos têm conhecimento de uma portaria que determina que, devido à pandemia, apenas 50% da ocupação do auditório está disponível. Então, desde o início que nós voltamos, que foi comunicado a toda a população de Patos que terão acesso ao auditório os assessores, a imprensa e 50 pessoas, porque estamos com restrições. Ontem, de acordo com a chegada das pessoas, foram distribuídas senhas, e iam entrando ao auditório. Quando completou as 50 pessoas visitantes, foi encerrada a entrada. Temos 34 assessores, os servidores e a imprensa. Eu fiquei surpresa com este comentário que o SINFEMP não teve acesso. Estamos em pandemia e eu como presidente, tenho a obrigação de zelar pela saúde de todos os que estão aqui”, argumentou Tide.

Ainda segundo a presidente, os servidores chegaram tarde para a sessão e, por isso, não encontraram vagas na Câmara. Ela disse que é de responsabilidade dela garantir a segurança de todos no local, devido à pandemia.

“Quando o pessoal do SINFEMP chegou, a capacidade já estava completa. Os que chegaram primeiro tiveram o direito garantido de assistir à sessão. Foi uma sessão com muita discussão em cima de projeto, que foram votados e discutidos. Todos os vereadores usaram a palavra e fizeram as suas indagações”, completou Tide.

A presidente não comentou a afirmação de que a Casa Legislativa estava lotada por comissionados e que eles chegaram bem antes do horário da sessão, por volta das 16h, segundo a presidente do SINFEMP. Tide também não falou sobre a acusação de Carminha Soares contra a prefeitura, de que os comissionados ocuparam a Câmara para impedir a participação de servidores.

Presidente da Câmara de Patos, Tide Eduardo

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios