Prefeitura de Patos envia Nota de Esclarecimento quanto a denúncia no cadastramento de imóveis



A Prefeitura de Patos, por meio da Coordenadoria de Comunicação, enviou uma nota ao Patosonline.com, esclarecendo a denúncia da ex-gerente do setor de habitação Albeni Araújo, dando conta de um cadastro irregular com mais de 3 mil pessoas, no setor de habitação do município.

De acordo com a nota, tão logo a ex-gerente do setor comunicou a falha detectada no sistema de cadastro, houve uma readequação ao sistema da Companhia Estadual de Habitação Pupolar-CEHAP e da caixa econômica Federal. Confira a nota na íntegra:

Nota relacionada solicitação da ex-gerente de habitação do município

A Prefeitura de Patos vem a público esclarecer a denúncia da ex-servidora e ex- gerente de Habitação do município de Patos, Albeni Araújo, que manifestou preocupação com o que ela denominou de cadastro irregular das unidades habitacionais, em matéria veiculada no site patosonline.com.

Informamos que desde a época em que Albeni Araújo solicitou readequação na aba de Cadastro, no mês de novembro, quando a mesma ainda estava à frente da gerência de habitação, a equipe TI do município foi notificada e, de imediato, readequou a aba de CADASTRO DA HABITAÇÃO (CEHAP) de acordo com a COMPANHIA ESTADUAL DE HABITAÇÃO POPULAR para que os cadastros fossem realizados direto com a CEHAP inclusive constando o novo requisito da Caixa Econômica Federal sobre “portadores de HIV na família a ser beneficiada”.  Esclarecemos ainda que mesmo o cadastro sendo realizado no site da prefeitura de Patos, a equipe da Secretaria de Habitação realizava o repasse das famílias cadastradas para a COMPANHIA ESTADUAL DE HABITAÇÃO POPULAR.

Portanto, reafirmamos que no mesmo momento em que a ex-gerente solicitou a readequação e pediu providência, essa foi atendida de imediato (29/11/2019). O cadastro pode ser verificado no link abaixo: http://patos.pb.gov.br/servicos/cadastro-da-habitacao

Coordecom

O QUE DIZ A MATÉRIA

O jornalista Adilton Dias, colaborador do Patosonline.com, conversou nesta terça-feira, 04, com Albeni Araújo, que é irmã do vereador Toinho Nascimento e ex-funcionária da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Habitação na gestão do prefeito interino Sales Junior, que denunciou o cadastro irregular de imóveis na Prefeitura de Patos até o mês de novembro.

Segundo Albeni, o cadastro contendo mais de 3 mil pessoas realizado pela Prefeitura de Patos foi feito de forma irregular, uma vez que fazia parte de um sistema particular e era desvinculado do cadastro oficial da Companhia Estadual de Habitação Popular-CEHAP.

Albeni também afirmou que diversas pessoas cadastradas pelo município costumavam reclamar dos critérios de escolha de alguns beneficiários dos programas habitacionais realizados no município. Ela conta que levou o problema ao conhecimento das pessoas responsáveis pelo sistema.