Locais

Prefeito Nabor assina decreto autorizando retorno das aulas presenciais em Patos. Ouça;

Uma reunião ocorrida na manhã desta quinta-feira, 21, decidiu pela assinatura de um decreto municipal, permitindo a realização de aulas presenciais na rede privada de Patos no ano letivo 2021.

O encontro contou com as presenças do prefeito de Patos Nabor Wanderley, (Republicanos), da secretária de Educação Adriana Carneiro, do procurador do município, Alexandro Lacerda, e de representantes de escolas privadas de Patos.

De acordo com o prefeito Nabor Wanderley, o parecer dos órgãos de fiscalização foi fundamental para o retorno das atividades de forma presencial, com apenas 40% dos alunos matriculados nas instituições, mediante as medidas de distanciamento social e preservação da vida.

“Eu acho que as escolas precisam voltar a funcionar, a economia precisa voltar a funcionar, a educação precisa voltar a funcionar de forma responsável, claro, e é isso que o nosso decreto representa”, disse Nabor Wanderley.

A secretária de educação Adriana Carneiro, disse que o decreto é resultado de várias reuniões já ocorridas anteriormente, respeitando as normas sanitárias orientadas pelas autoridades.

“Várias instituições, vários representantes foram discutindo e o procurador municipal finaliza após escutar todas as instâncias representativas, para que o prefeito pudesse fazer a assinatura desse decreto”, falou a secretária.

“Várias instituições, vários representantes foram discutindo e o procurador municipal finaliza após escutar todas as instâncias representativas, para que o prefeito pudesse fazer a assinatura desse decreto”, falou a secretária.

A irmã Aparecida Gracielle, diretora do Colégio Cristo Rei, falou em nome das escolas privadas e classificou o momento como uma grande conquista para a educação.

“Um momento histórico para a cidade de Patos e para as escolas, por que entendemos a educação como um serviço essencial. E como o retorno será de forma híbrida, a decisão vai ser sempre da família”, disse a diretora.

Já o procurador do município, Alexandro Lacerda, enfatizou que o decreto cria diretrizes gerais, bem como a organização administrativa, requisitos pedagógicos e socioemocionais para o retorno as aulas.


Por Genival Junior – Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close