Prefeito Ivanes Lacerda determina providências com relação a alimentação da Guarda Municipal



Na tarde desta quarta-feira, dia 04 de dezembro, emitimos uma nota de esclarecimento informando que não seria verídica a denúncia da vereadora Lucinha Peixoto (PCdoB), relacionada à alimentação da Guarda Municipal, uma vez que a primeira informação que apuramos dava conta de que não procedia. Entretanto, pedimos que os senhores colegas de imprensa desconsiderem a nota e, em público, pedimos desculpas à parlamentar por qualquer tipo de constrangimento.

Nesse sentido, informamos que o prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, tomou conhecimento do conteúdo da denúncia de que algumas vezes (não sabemos quantas) foi encaminhada a alguns membros da Guarda Municipal comida estragada. O chefe do executivo dirigiu-se ao SAMU e determinou que a Direção do Serviço de Urgência tomasse as devidas providências, entre elas a refeição desses agentes acontecer no refeitório do SAMU juntamente com os profissionais que ali trabalham e sendo a mesma alimentação.

Explicamos que a logística utilizada de levar a alimentação para outro local pode ocorrer o estrago do alimento. Portanto, o prefeito admite a falha e determina as correções e pede desculpas à categoria. “Isso pode ocorrer em qualquer sistema, então nós estamos corrigindo da seguinte forma: os guardas municipais, na hora do almoço, poderão dirigir-se para o SAMU e almoçar juntamente com os médicos, enfermeiros, condutores”.

Portanto, o prefeito Ivanes Lacerda esclareceu que existem alimentos que não podem ficar abafado, o que pode tirar o sabor da comida e reforça que quer alimentação de qualidade para todos os servidores do município.

Prefeito Ivanes Lacerda – Alimentação da Guarda Municipal




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.