Prefeito interino gera revolta entre servidores ao determinar mudanças na gratificação da COVID 19 no Município de Patos



O que era apenas boato entre os servidores públicos municipais de Patos foi confirmado pelo Secretário de Administração do Município, Leônidas Medeiros. O prefeito interino de Patos, Dr. Ivanes Lacerda, determinou modificações na gratificação que vinha pagando para servidores da linha de frente ao combate da COVID – 19.

De acordo com o secretário, apenas os servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Pronto Atendimento Maria Marques, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e servidores da Secretaria de Desenvolvimento Social do Municipio de Patos ainda irão continuar recebendo a gratificação determinada através de decreto do próprio prefeito interino.

O secretário relatou também que houve redução no valor de R$ 400,00 pago, mas não disse quais os setores dessa redução. Servidores das Unidades Básicas de Saúde que recebiam a gratificação estão indignados com o fato, bem como outros funcionários públicos.

O advogado Dr. Damião Guimarães comentou que o gestor não podia tomar tal decisão sem lançar um novo decreto que revogasse ou modificasse o anterior. A determinação apenas verbal para a retirada, redução e manutenção pode caracterizar ato de improbidade administrativa.

O prefeito interino de Patos ainda não se posicionou sobre a mudança determinada.


Jozivan Antero – Patosonline.com