Prefeito eleito e diplomado de Conceição vai abrir mão de salário em prol de projeto social



"prefeito"

O prefeito eleito e já diplomado do município de Conceição, Nilson Lacerda (PSDB), vai abrir mão do seu salário de prefeito durante os quatro anos de mandato, ou seja, de janeiro de 2013 a dezembro de 2016. Com isso, o município sertanejo vai economizar quase R$ 800 mil no período. E com o valor abdicado, o futuro gestor pretende colocar em prática um projeto social e pessoal que é construir casas populares.

A decisão do futuro prefeito está associada ao fato dele ser fiscal da Receita Estadual, e diante dessa circunstância, optar entre um e outro salário. “Se o salário que eu ganho hoje já dar para viver bem eu não vou querer alterar o meu padrão de vida”, declarou o novo gestor, justificando que ao optar em ficar com o salário de servidor do Estado, trará alívio aos cofres da administração pública de Conceição.

Além disso, com o salário de prefeito local, que a partir de 1º de janeiro próximo passará a ser de R$ 16 mil, Nilson Lacerda vai criar um projeto social para construir casas populares. Em média será construída uma casa por mês. Ao final do mandato de quatro anos ele terá construído um total de 48 casas com recurso da remuneração de prefeito que será abdicada.

O anúncio de Nilson Lacerda de que a gestão pública municipal de Conceição não terá despesas com o salário de prefeito foi feita a um site de jornalismo regional. Tal medida serve como exemplo aos demais gestores para fazer render o erário publico e contribuir com o município, como prefeito e como cidadão.

FONTE: DO POLÍTICAPB COM INFORMAÇÕES DO RADAR DO SERTÃO