Prefeito de Santa Terezinha toma posse e promete revolução na administração



O prefeito de Santa Terezinha-PB, Davi Cordeiro de Oliveira (PSDB) – na esquerda da foto -, tomou posse na tarde/noite desta quinta-feira, 1º de janeiro, e prometeu fazer uma verdadeira revolução na administração do município.


 


Davi que ganhou a vaga de candidato a prefeito, após a impugnação da candidatura de José Afonso Gayoso Filho (era candidato a vice), fez um discurso longo e prometeu muitas mudanças.


 


Entre suas promessas para o mandato que teve início hoje, Davi prometeu: Pagar o novo Piso Nacional dos Professores no valor de R$ 950.00 (novecentos e cinqüenta reais), construir um moderno ginásio poli esportivo, criar uma escolinha de futebol e colocar em prática uma educação de qualidade.


 


Na saúde, o perfeito disse que iria reativar a farmácia básica do município, melhorar o atendimento médico, construir vários postos médicos, melhorar o transporte de pacientes para centros especializados, bem como adquirir novas ambulâncias.


 


 


Na agricultura, Davi declarou que vai aprimorar o corte de terra, aquisição de máquinas para o preparo da terra, criar uma feira de agronegócios, visando gerar emprego, além de garantir o programa Seguro Safra para o município. O secretário de agricultura foi um dos únicos anunciado pelo prefeito. Será o médico veterinário, Marlos Lúcios.


 


No social o prefeito prometeu distribuir cestas básicas com as famílias carentes do município, durante os quatro anos de sua gestão.


 


Como grandes obras do seu governo, Davi prometeu resolver a situação do abastecimento da água da cidade, anunciando inclusive uma verba no valor de R$ 1.500.000.00 (um milhão e quinhentos mil reais) para reconstruir a adutora que traz água da barragem da Capoeira. Ele disse também que fará uma grande academia dentro da cidade, onde as pessoas possam praticar esporte e fazer caminhada diariamente.


 


O prefeito criticou bastante seu antecessor (Rui Pontes), e disse que atenderá as pessoas no gabinete da Prefeitura, dizendo sim aos pedidos possíveis e não aos impossíveis.


 


Redação do patosonline.com