Politica

Prefeito de Patos afirma que ainda não finalizou a busca por novas alianças


O prefeito de Patos, Nabor Wanderley(PMDB), confidenciou que vem mantendo entendimentos com outros partidos que ainda não fazem parte da base aliada e que podem estar juntos com o PMDB e demais partidos aliados nas eleições deste ano.


Nabor não quis citar quais partidos nem lideranças estão sendo contatadas, mas disse que são nomes de peso. "O processo de fortalecimento da nossa base ainda não foi finalizado. Estamos mantendo contato não só com partidos aliados, mas com vereadores que possam fortalecer nosso grupo", afirmou ele.


Embora o momento, garanta o prefeito, seja de pensar na administração da cidade, não impede que já se comece a pensar em fortalecimento político. "No entanto, quero deixar todos os partidos, sejam eles aliados ou não, bastante à vontade na abertura do diálogo. Creio que este processo surge naturalmente em ano eleitoral. Temos a deputada estadual Francisca Motta, o vice-prefeito Ivânio Ramalho,entre outros, que na hora certa vão nos auxiliar na construção de novas alianças", confidenciou.


Nabor disse ainda que vai procurar diálogo com o PSB que no início da administração era da base aliada e que fez parte do bloco de apoio nas eleições de 2004. "Vamos procurar o vereador Bonifácio Rocha, presidente do partido, que é um grande líder e homem, bem como vamos procurar outros que desejem fazer parte desta força", garantiu Nabor.


Ele acrescentou que existem partidos que não fazem parte da base, mas que em nível estadual estão liberados pelas executivas para fechar coligação com outros partidos, como exemplo o PTB de Gilvan Freire que já declarou apoio ao prefeito. "Independente de quem seja o candidato do grupo, nós queremos estar cada vez mais coesos e fortes. Já somos hoje um grupo muito forte, mas podemos avançar mais nesse sentido".


Pelo menos 11 partidos hoje integram a base de sustentação do prefeito Nabor Wanderley que ainda não decidiu se será candidato nas eleições deste ano. "Isto só iremos decidir com todos os partidos aliados, depois de muita conversa e convenção. O nome será escolhido pela vontade do povo. Quem estiver melhor, será o candidato".


O prefeito adiantou que está em fase de construção o Conselho Político que dará as diretrizes e que será representado por todos os partidos aliados. "Este conselho vai nortear as ações políticas. No entanto, estamos criando também o Conselho Administrativo para auxiliar nossa administração em decisões importantes que devam ser tomadas. Administração é coisa séria e povo de Patos acredita no nosso projeto político. Por isso temos que profissionalizar cada vez mais as ações para que elas correspondam aos anseios populares.


Assessor Especial do Gabinete do Prefeito de Patos


 

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close