Prefeito de Manaíra enfrenta problema na justiça e pode ser cassado



O atual prefeito da pequena cidade de Manaíra – PB, José Simão de Sousa do PP, será ouvido amanhã no fórum eleitoral da cidade de Princesa Isabel – PB, num processo complicado que poderá culminar com sua cassação. Zé Simão como é mais conhecido está exercendo o seu terceiro mandato como prefeito da pequena e pobre cidade de Manaíra.

Envolvido nos mais diversos escândalos como: Desvio de verbas, enriquecimento ilícito, abuso de poder econômico que inclusive culminou com sua cassação quando foi prefeito pela segunda vez naquela cidade. Simão estampou as páginas de um dos mais acreditados jornais do seu estado, o Correio da Paraíba, que a época das eleições municipais de 2008 divulgou sua fortuna. Ele foi classificado pelo jornal com um dos mais ricos candidatos de todo estado, apesar da pobreza do município que governa.

Simão declarou ao TSE, possuir um patrimônio de um milhão quinhentos e trinta e nove mil reais. Apesar de ser uma fortuna para os padrões da cidade, Simão foi questionado durante as eleições pela oposição, liderada pela ex-prefeita Lourdes Medeiros(DEM) e por Nel(PSDB), partidos que movem a ação pedindo a cassação de Simão. Em sua vasta relação de patrimônio declarado, Simão disse ao Tribunal Superior Eleitoral(TSE) que a casa onde ele mora localizada na Rua Silvério Alves Lisboa, na referida cidade, está avaliada em dez mil reais.

Apesar de ser uma casa modesta comparado ao imenso patrimônio que possuí como as três mil e oitocentas hectares de terra em Comeia no estado do Tacantins, e as mil e quinhentas cabeças de gado bovino na mesma fazenda que juntos segundo ele só valem um milhão trezentos e trinta mil, o valor declarado de sua residência na cidade, não paga nem o terreno onde ela foi construída. O que mais chama atenção da imprensa em todo estado, é a forma rápida com o prefeito acumulou recursos.

Quando foi candidato pela primeira vez em 1996, ele possuía apenas um patrimônio de quarenta e sete mil reais, correspondentes a casa onde morava e um moto usada.

Informações de Junior Duarte e do blog do Gilmá