Prefeita eleita prevê dificuldades na transição em Pombal




A prefeita eleita da cidade de Pombal, Poliana Feitosa (PT), disse que espera ter dificuldades no processo de transição de Governo. Ela argumentou ter designado quatro representantes para providenciar junto ao atual prefeito e sua equipe a passagem do comando administrativo, mas teria recebido, de maneira oficial, duas respostas negativas:


– Ele disse que aceitaria apenas um dos representantes e também condicionou que a transição fosse feita apenas 45 dias antes dele deixar o cargo. Por isso, eu acredito que não será um processo muito tranqüilo – disse a candidata do PT, eleita com 10.010 votos, numa coligação que reuniu PSB, PSDB, PCdoB, DEM, PTB, PR, PPS, PMN, PDT, PTC e PTN.


Polyana, viúva do ex-prefeito Jairo Feitosa, disse que ainda não definiu seu secretariado, mas adiantou que já está trabalhando em ações que deverão se desenvolver a partir de primeiro de janeiro de 2009. Hoje, ela esteve em João Pessoa para participar de reuniões com secretários do Governo do Estado. Á noite, a prefeita eleita se reuniu com membros da Executiva Estadual do PT e representantes nacionais do partido.


Segundo a assessoria da prefeita, ela foi a Brasília na semana passada para se inteirar das emendas que podem ser direcionadas a Pombal durante sua gestão.


paraiba.com.br