Prefeita de Santa Terezinha-PB diz que deve trabalhar no 2º mandato, no 1º pois pegou a cidade no caos



A prefeita de Santa Terezinha-PB, Terezinha de Zé Afonso (PSDB), foi entrevistada pelos jornalistas Jordan Bezerra e Josley Oliveira, do programa Conexão com a Notícia, da Rádio Conexão FM, na manhã desta quinta-feira, dia 19 de dezembro. Inicialmente, a prefeita falou sobre a festa do aniversário da cidade, com a festa dos Anos 60 para os idosos, com Urano de Santa Luzia, como atração principal, e na sexta (20) terá o Festival de Viola, em homenagem ao poeta Chico Badu, de saudosa memória, e Oliveira de Panelas e  o grande Ivanildo Vila Nova.   

Já no fim de semana a festa continua, e no domingo (22) tem Luan Estilizado e outras atrações no dia dos 58 anos de emancipação política da cidade. A prefeita falou sobre sua administração e avaliou como positiva em seus três anos à frente da cidade, embora tenha admitido as falhas, ao dizer que é comum e toda gestão.

O vereador e poeta Antônio de Nelson perguntou por que a prefeita ainda não havia feito nenhuma obra. Ela disse que não está preocupada com isso, pois teve que colocar a casa em ordem e destravar algumas obras como o Ginásio, o Mercado de Artesanato e outras. Segundo ela, pegou o município em um caos e teve que organizar primeiramente, para depois  fazer as obras, que, segundo ela, no início de 2020 terá a grande reforma da praça Frei Damião, com a verba do Senador Zé Maranhão, e a construção do portal de entrada da cidade, com o apoio do deputado Benjamim Maranhão. Ela disse também que conseguiu ônibus com o deputado Wilson Filho e mais dois com o deputado Erico Djan, a quem agradeceu.

Foi questionado à prefeita sobre o rompimento político com o vereador Pedro Sopa (PSDB), que alegou que foi traído pela gestão, pois votou 27 anos no grupo e não foi apoiado. Sobre quem traiu quem, ela disse que não se sente traída, e que não traiu ninguém. Ela disse que no começo da gestão, Pedro Sopa já tinha demonstrado interesse de ser candidato a prefeito, e ela não poderia manter a filha do vereador na gestão. Ela sugeriu e disse que aposta que Pedro Sopa será o candidato da oposição em 2020.

Terezinha foi questionada pelo jornalista Jordan Bezerra se ela temia contra algum nome da oposição ou se ela iria quebrar a sina ou tabu do município, pois os prefeitos das últimas gestões não conseguiram se reeleger, pois o povo reprovou nas urnas. Ela disse que confia no seu trabalho e o povo irá julgar. Ela disse que confia no povo e sabe que eles irão julgar bem. Terezinha negou que tenha medo de concorrer com a oposição nas próximas eleições e que não tem adversários devido à força do seu trabalho.

Por fim, Terezinha Lúcia disse que não pôde fazer mais no primeiro mandato porque pegou o município quebrado administrativamente, com transportes sucateados, contas a pagar, colégios abandonados, e por isso não pôde fazer mais pelo povo. Ela finalizou desejando um Feliz Natal e Próspero Ano Nova a todos os munícipes e os convidando para a festa da cidade.

Blog do Jordan Bezerra