Prédios construídos em áreas públicas do Açude Jatobá são atingidos pelas águas do manancial na cidade de Patos



As abundantes chuvas que fizeram do ano de 2020 um dos melhores para o abastecimento dos mananciais proporcionaram o transbordamento do Açude Jatobá, em Patos. O momento esperado alegrou os sertanejos e, principalmente os patoenses, porém, existiram críticas pelo abandono por parte do Governo Federal.

Há anos, com a conivência das autoridades, às margens do Açude Jatobá vem sendo invadidas sem nenhum pudor. Casas, chácaras, prédios, áreas de lazer foram construídas em áreas públicas da união. O Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), órgão do Governo Federal, fechou os olhos diante dos crimes.

Além de permitir construções irregulares, o DNOCS também abandonou o Açude Jatobá. Matagal dentro do leito, balde apresentando erosões preocupantes, falta de manutenção na estrada e o abandono de obras são notadas e se pede providencias há anos consecutivos, no entanto, nada tem sido feito.

O flagrante de invasão é tão gritante que na manhã desta sexta-feira, dia 22, a reportagem flagrou uma murada dentro das águas do Açude Jatobá. A água está atingindo grande parte da obra em alvenaria que foi construída aos olhos das autoridades de fiscalização inertes.

Sem reagir, resta ao Açude Jatobá esperar que um dia as autoridades devolvam às suas margens ao próprio manancial.


Jozivan Antero – Patosonline.com

error0
Tweet 20
fb-share-icon20
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com