Politica

Postagem em rede social causa atrito entre Deputado Nabor Wanderley e prefeito Dinaldinho. Veja a postagem e a Nota do prefeito

ÓTICAS GUIMARÃES

Uma postagem feita pelo ex prefeito de Patos, atual deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB), vem causando grande repercussão em Patos. Em sua conta pessoa no facebook, o deputado criticou o prefeito de Patos por cobrar taxas de ambulantes, e de supostamente querer acabar com o Terreiro do Forró.

Nabor ainda acusou o prefeito de Patos de fazer acordos com empresário, mas cobrar taxas de pequenos comerciantes que esperam o ano inteiro por esse momento para conseguir sua renda extra.

 

Veja a publicação:

 

 

""

 

Na tarde desta quarta-feira, dia 31 de maio, o chefe do Executivo Patoense distribuiu uma Nota rebatendo as declarações e tecendo  críticas ferrenhas ao seu adversário político.

 

Veja a Nota:     

 

O prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley (PSDB), usou as redes sociais para rebater veementemente as insinuações feitas pelo deputado Nabor Wanderley (PMDB) dizendo que o tucano estava “beneficiando grandes empresários”; e “cobrando taxas dos pequenos barraqueiros, que esperam o ano todo para ganhar os sustentos de suas famílias, durante o São João".

Segundo o prefeito Dinaldinho as declarações do deputado peemedebista, em seu programa de rádio, causaram-lhe perplexidade, justamente, porque a cobrança em questão é de autoria do próprio Nabor Wanderley, quando ele ainda era prefeito de Patos.

“Eu estou em Brasília trabalhando, contudo não poderia deixar desmenti-lo, e como ex-deputado estadual alertar a ele sobre o decoro parlamentar. Pasmem, é de autoria do deputado Nabor, quando prefeito de Patos, a cobrança dos barraqueiros e ambulantes, conforme a Lei 3.541/2006 sancionada por ele”, rebateu.

Dinaldinho explicou que recebeu a prefeitura de Patos, este ano, com um rombo de quase R$ 6 milhões da Cagepa; R$ 5 milhões em INSS não pagos; e precatórios na ordem de R$ 7 milhões de reais; e que foi nas gestões do PMDB de Patos que desapareceram de uma das contas da Funasa mais de R$ 500 mil reais.

“Como se não bastassem tudo isso, sumiram da contabilidade da prefeitura, durante a administração caótica do PMDB, sem explicação nenhuma, quase R$ 2 milhões de reais do Patos/Prev; e, hoje, o Instituto amarga um déficit de quase R$ 120 mil reais”, denunciou o atual prefeito.

Dinaldinho aproveitou também para alfinetar Nabor Wanderley, dizendo que o deputado está tentando desestruturar a gestão atual com declarações infundadas, principalmente, quanto ao São João de Patos que depois de 12 anos, está sendo devolvido ao povo e gerido com responsabilidade e sem politicagem, pois crime é renunciar receita.

“Estamos fazendo as coisas certas. Nunca houve uma programação tão eclética e que privilegiasse todos os públicos. Deixe-me organizar a bagunça feita por vocês, a prefeitura e o povo não aguenta mais uma eleição que não se finda. Já bastam os males causados a nossa cidade, que começa a dar sinais de que vai se recuperar”, finalizou o prefeito Dinaldinho Wanderley.

 

 

Patosonline.com

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios