Policial

Polícias da PB e RJ prendem em Patos suspeita de participar de quadrilha especializada em furto a residências luxuosas

Nesta segunda-feira, dia 21 de dezembro de 2020, policiais civis da DRF – NUCAB-PATOS e da Delegacia de Roubos e Furtos do Rio, dão cumprimento a 3 (três) mandados judiciais de prisão preventiva e busca e apreensão expedidos pela 14ª Vara Criminal do Rio após denúncia do Ministério Público no bojo de investigação da especializada do Estado do Rio acerca de quadrilha especializada em grandes furtos de residências de luxo na Barra da Tijuca.

O mandados foram cumpridos no Rio de Janeiro e no Município de Patos-PB. As ações desta segunda-feira também subsidiam investigação desmembrada por requisição do MP para apuração da lavagem do dinheiro furtado, sendo possível apreender veículos, documentos de aquisição de imóveis e um restaurante localizado no Município de Patos-PB onde a denunciada e custodiada fugiu após a “temporada de furtos” e estava escondida.

Na residência da denunciada equipes das Polícias Civil da Paraíba e do Rio encontraram valores em espécie, bens de luxo, motocicletas, incluindo uma Harley-Davidson, veículo JEEP Renegade, perfumes importados, joias, eletrodomésticos de última geração e etc.

A denunciada também abriu um restaurante localizado na cidade de Patos para ocultação dos valores subtraídos e dissimulação da origem ilícita.

Durante as investigações, verificou-se que a nacional agora identificada e denunciada, qualificação omitida em razão da lei, utilizava documentos falsos para trabalhar nas residências de luxo como empregada doméstica, obtendo informações e ganhando a confiança das vítimas.

Foram identificados dois nomes utilizados inclusive com documentos falsos para prestar qualificação nas delegacias responsáveis pelas investigações dos furtos realizados.

Apenas no caso investigado pela DRF do Rio em uma residência de luxo do Condomínio Mansões foram subtraídos R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) em espécie da vítima, fora outros bens de valor como joias do empresário que contratava os serviços da denunciada como empregada doméstica, calculando-se prejuízos totais às vítimas acima de R$1.000.000,00 (um milhão de reais) até o momento.

As investigações irão prosseguir para apuração da lavagem do dinheiro subtraído e recuperação dos ativos para diminuição do prejuízo das vítimas.

A DRF-NUCAB-PATOS orienta a checagem de documentos fornecidos por prestadores de serviços domésticos para verificação de sua identidade, eis que a função é de extrema confiança e possibilita o acesso a informações e realização de furtos como os investigados pela especializada.

RENATO LEITE

DELEGADO TITULAR

DRF-NUCAB-PATOS

Manchete e edição do Patosonline.com

Com informações e imagem da Polícia Civil Patos

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close