Polícia prende suspeito de cometer homicídio no Sertão. Ele tinha quase 2 kg de maconha



Francisco Tiago Campos de Oliveira Lopes, de 23 anos, foi assassinado na noite desta sexta-feira (30) por causa de uma dívida de R$ 600.

Um homem identificado pela polícia como Francisco Tiago Campos de Oliveira Lopes, de 23 anos, foi assassinado na noite desta sexta-feira (30) por causa de uma dívida de R$ 600, segundo o delegado seccional da Polícia Civil de Cajazeiras, Glauber Fontes.

De acordo com informações da polícia, o acusado de cometer o homicídio chegou no local aonde a vítima estava e efetuou vários disparos de arma de fogo, foragindo em seguida em uma motocicleta.

A informação de que a motivação do crime seria por conta da dívida foi confirmada à polícia pelo pai da vítima.

Em uma ação rápida e integrada das policiais Militar e Civil, prendeu na manhã deste sábado (31) um dos principais suspeitos do crime.

O delegado seccional de Cajazeiras, Glauber Fontes, disse que diante das informações sobre a dívida que foram repassadas pelo pai da vítima, os policiais se deslocaram até a cidade de São José de Piranhas e localizaram um dos suspeitos.

“Na delegacia, duas testemunhas oculares do assassinato reconheceram o acusado como sendo um dos autores, como também a motocicleta apreendida na residência de um segundo suspeito’’, informou o delegado.

Com o suspeito, a polícia apreendeu quase 2 kg se maconha, 15 cartuchos cal. 38 e 10 cartuchos cal.40. Já o segundo suspeito, conseguiu fugir da residência onde estava no conjunto Zuza Holanda, mas a polícia ainda encontrou na residência uma moto de cor preta, substância entorpecente do tipo maconha e material para embalagem.

Diário do Sertão