Polícia prende quadrilha em Pombal



Numa operação que envolveu mais de 10 policiais militares, na tarde deste domingo (25), a PM de Pombal prendeu seis pessoas, entre elas quatro mulheres, acusadas de integrar uma quadrilha, que vinha praticando roubos, assaltos e tráfico de drogas na cidade.
 
A ação começou com a prisão de Wandemberg Gonçalves da Silva, de 25 anos, vulgo “Berg”, que era foragido do presídio do Serrotão, em Campina Grande, onde cumpria pena por roubo e homicídio.
 
Ele portava uma identidade falsa com o nome de José Batista Neto.Após ser preso, “Berg” revelou detalhes sobre o restante da quadrilha, e os policiais prenderam na casa de sua mãe, as quatro mulheres, que estavam usando drogas, como crack e maconha. Foram detidas Joseni da Silva Sousa, de 27 anos; Eliane da Silva Sousa, de 44 anos; Daniele Ângelo Pereira, de 24, e Atevânia Maria Vieira, de 26 anos.
 
Também foi preso Wellington do Nascimento, vulgo “China”, de 21 anos, que estava cumprindo pena na cadeia de Pombal, em regime semiaberto, mas apresentou um atestado médico, deixando de comparecer à unidade prisional para passar a noite.
 
Em poder dos acusados, a polícia encontrou diversos produtos de roubo, praticados nos últimos dias em Pombal – como roupas, perfumes, jóias, e celulares e mais de R$ 500 – sendo que os últimos, segundo a PM, contra uma loja de roupas, de onde foram levados produtos avaliados em R$ 30 mil, e ao Multibank.

""Conforme a investigação policial, a quadrilha era comandada por “Berg”, e outros acusados ainda estão foragidos.Parte das roupas roubadas da referida loja foi encontrada na casa de “Berg”. O restante já havia sido levada para Campina Grande.

Em entrevista à reportagem da rádio LIBERDADE 96 FM, o capitão Batista, comandante da PM, informou ainda que um dos acusados de ter participado do roubo à loja é José Valmir Firme Barbosa, conhecido por “Galego”, que trabalhava como “segurança”, na rua da loja que foi alvo dos criminosos. Ele continua foragido.
 
Os acusados foram encaminhados para a delegacia de polícia civil, onde deverão ser autuados pelo delegado André Luiz Vasconcelos, e levados para a cadeia pública local, e ficarão a disposição da Justiça. Foram aprendidas mais de 500 peças de roupas; nove aparelhos de telefone celular; mais de R$ 700,00, além de bijuterias e aparelhos eletrônicos.
 
Os acusados são: Wellington do Nascimento “21” de Pombal.Joseli da Silva Sousa “27” de Pombal.Eliane da Silva Sousa “44” de Pombal.Daniele Ângelo Pereira “24” de Campina GrandeAtevânia Maria Viera “35” de SousaWandemberg Gonçalo da Silva “25” de Campina Grande (fugitivo do Serrotão).A polícia está à procura de mais um acusado que conseguiu fugir com destino ignorado.
 
Fontes: Libertade FM e Paulo Costa
Fotos: Henio Wanderley