Polícia prende quadrilha e desmonta laboratório de crack em Patos (Ouça a entrevista)



A Polícia realizou na tarde desta terça-feira (5) a operação ‘Morada do Sol conexão São Bento’ e prendeu pelo menos seis pessoas acusadas de integrar uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas e diversos assassinatos na região do Alto Sertão paraibano.

De acordo com informações oficiais, dentre os presos estão três mulheres, entre elas uma idosa que possui mais de 60 anos de idade, mãe de um traficante que está preso em uma penitenciária sertaneja.

Um homem identificado como Otacísio de Souza Andrade, de 32 anos, mais conhecido como ‘Cizinho’, natural de Catolé do Rocha, foi preso dentro de uma agência do Banco do Brasil localizada no município de Patos. Ele é apontado como sendo o chefe da quadrilha de traficantes.

De acordo com informações do delegado Cristiano Jaques de Lima Araújo, que está à frente da operação, com Otacísio foram apreendidos pelo menos R$ 12 mil que iriam ser depositados na conta bancária de um traficante do Estado do Ceará.

Os outros presos foram Elvis Silva de Oliveira, de 25 anos; Mirian Araújo da Silva, de 21 anos; Francisca Silva Oliveira, de 48 anos; e, Maria Odete dos Santos Lopes, que possui idade superior a 60 anos.

Ainda segundo informações do delegado Cristiano Jaques, a polícia também prendeu um agente penitenciário acusado de facilitar a entrada de celulares e drogas no Presídio Padrão Jurista Romero Nóbrega, localizado no município de Patos. O agente foi identificado como Francisco Silva Diniz.

Com o grupo também foram apreendidas quantidades de crack e maconha, além de uma balança de precisão que fazia parte de um laboratório ativo de drogas, dinheiro e celulares. A droga distribuída pelos traficantes abastecia as regiões do Sertão, Alto Sertão e Vale do Piancó. 

 

Correio da Paraíba

Foto/Portalpatos 

Áudio/Higo de Figueirêdo