Polícia prende homem acusado de violentar filhas deficientes em Santa Rita



Uma denúncia de abuso sexual levou policiais civis da Delegacia da Mulher de Santa Rita até o lavador de carros Joelson Baraúna da Silva, de 38 anos, suspeito de violentar as duas filhas, de 15 e 16 anos. As meninas têm deficiência mental e a denúncia foi feita pela cunhada do possível agressor. De acordo com a tia, as adolescentes sofrem abuso sexual desde a infância e uma delas começou a ser violentada com cinco anos. 

Conforme a delegada da Mulher da cidade, Maria Rodrigues, que atendeu o caso, as meninas contaram no Conselho Tutelar o que o pai fazia com elas, quando a mãe saia de casa. “Durante o depoimento na delegacia, a mãe das duas confirmou a informação e disse que um dia flagrou Joelson abusando uma das filhas, mas quando falou que ia denunciá-lo à polícia foi espancada pelo marido que ainda ameaçou matá-la se falasse o que viu para alguém”, afirmou.

O pai das vítimas foi preso na casa dele no município de Santa Rita, não resistiu à prisão, mas negou a denúncia. As meninas foram encaminhadas para o Instituto de Polícia Científica (IPC), onde fizeram o exame de conjunção carnal que comprovou que elas já tiveram relação sexual. A delegada Maria Rodrigues também solicitou teste de DNA para confirmar o parentesco de Joelson com as vítimas.

“É muito importante que as pessoas que têm conhecimento de casos como este denunciem, porque muitas vezes as vítimas sofrem caladas por causa das ameaças psicológicas dos agressores. A população é uma grande aliada da polícia que está pronta para investigar todas as denúncias e prender os acusados”, frisou a delegada Maria Rodrigues. 

Joelson foi autuado por estupro de vulnerável e foi encaminhado para o Presidio Padrão de Santa Rita para aguardar pela decisão da Justiça.   

Secom-pb