Policial

Polícia identifica suspeitos da morte de Expedito Pereira; um foi preso

ÓTICAS GUIMARÃES

A Polícia Civil já identificou dois homens suspeitos de participar da morte do ex-prefeito de Bayeyx, Expedito Pereira. O delegado Victor Melo informou que a polícia já tem sob custódia um dos investigados. Pelo menos nove pessoas foram ouvidas. Apesar disso, a polícia ainda não tem detalhes sobre a motivação do crime. Não foi descartado, porém, que o crime tenha ligação familiar.

O preso, que não teve o nome revelado, passou por coleta de material genético para analisar o material encontrado na roupa usada pelo executor. A camisa do assassino foi encontrada no bairro de Manaíra, em João Pessoa, mesmo local do crime. Já a motocicleta usada no transporte do autor dos disparos foi encontrada e apreendida.

“Foi feita uma força tarefa das equipes de homicídios que não pararam buscando provas. Desde o fato, quando as equipes passaram a trabalhar, os investigadores conseguiram coletar dezenas de imagens, imagens essas que contamos com apoio da Semob e PRF, onde conseguimos identificar o veiculo usado no crime e o fato do suspeito ter descartado a camisa que usava que vai passar por perícia”, explicou.

Foto: Roberto Targino/Portal MaisPB

Segundo o delegado, a moto teria sido emprestada a duas pessoas. Uma delas foi presa no sábado a noite pela Polícia Militar por outro crime. Com a prisão, foram feitas diligências que apontaram ele como a segunda pessoa que pegou a moto para entregar ao executor.

“Temos equipe em campo coletando imagens. Os dois suspeitos, que podemos passar, é que eles têm uma estreita ligação com um parente da vítima, não se sabe se esse parente é suspeito ou não”, assegurou Victor Melo.

“A principal preocupação é coletar o maior número de provas possível. O preso e o suspeito trabalham juntos e para esse parente da vítima que são pessoas ligadas. Estamos tentando ver se esse parente tinha conhecimento, envolvimento, e qual a relação com ele”, pontuou.

MaisPB

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo