Policial

Polícia desarticula esquema de receptação de carros roubados no Litoral Norte

Uma operação desencadeada na noite dessa segunda-feira (17) pela Polícia Militar, por meio da 2ª Companhia Independente (Mamanguape), resultou na prisão de sete pessoas suspeitas de crimes no Litoral Norte do Estado, sendo cinco delas por envolvimento em um esquema de receptação de carros roubados do Estado do Rio Grande Norte. Nas ações, duas armas foram apreendidas e quatro carros recuperados.

A polícia chegou aos suspeitos de receptação dos veículos roubados após realizar um levantamento que descobriu que um dos detidos na operação trazia os carros roubados do Rio Grande do Norte e vendia a um preço abaixo do mercado, na cidade de Jacaraú, conforme contou o capitão Alberto Filho, comandante da 2ª CIPM.

“O esquema já acontecia há mais de uma ano, de acordo com os informes que recebemos, e conseguimos prender quem trazia os carros e outros quatro suspeitos que compraram esses veículos”, contou.

Foram flagrados com os carros roubados Jorcenaldo da Silva, 32; José Adelson Soares, 23; Fábio Soares de Oliveira, 29; e o cabo reformado da Polícia Militar, João Morais da Silva, 58. Os quatro apontaram o suspeito de ser o atravessador dos veículos, José Joaquim da Silva (o Zezinho), 50, que também foi preso.

O grupo foi levado para a delegacia de Polícia Civil, em Mamanguape. Eles foram autuados por receptação e poderão responder ainda por adulteração, já que alguns dos carros possuíam placas frias (de outros veículos). O acusado de trazer os carros do Estado vizinho será investigado pelos crimes.

No decorrer das ações na região, dois homens foram presos com armas. O primeiro deles durante à noite dessa segunda-feira, na cidade de Mamanguape. Isaías Silva de Moura, 21, foi flagrado com uma espingarda calibre 28, próximo à localidade conhecida por ‘posto sete’.

Já durante a madrugada desta terça-feira (18), também em Mamanguape, os policiais abordaram uma caminhonete de luxo e encontraram com Alex Sandro Ferreira de Souza, 37, um revólver calibre 38.

Nos dois casos, os suspeitos também foram levados para a delegacia de Mamanguape e autuados por porte ilegal de arma.

Secom-pb

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close