Policial

Polícia apresenta acusados da Bárbarie dos Bancários; relato choca delegada

ÓTICAS GUIMARÃES

A Polícia da Paraíba apresentou no final da tarde desta terça-feira (30) os dois acusados da Bárbarie dos Bancários, durante entrevista coletiva na Central de Polícia, em João Pessoa. Ivan Pedro da Silva, 43 anos, autor do homicídio, e Leonardo José de Sousa, 22 anos, estão sendo responsabilizados pelo seqüestro de duas mulheres no bairro, na Capital, e morte de uma delas no município de Goiana (PE). Uma das mulheres estava com um bebê de nove meses no colo, durante a selvageria.

Agora há pouco, a delegada Roberta Neiva, que atuou no caso, contou detalhes do crime e do drama das vítimas.

Antes de morrer, Glória da Silva rogou ao principal acusado para não atropelar a amiga, que sobreviveu. O bandido não atendeu aos apelos e passou várias vezes por cima da vítima com o automóvel roubado.

“O relato da vítima assusta pela desproporcionalidade da ação”, admitiu a delegada Roberta Neiva.

O crime aconteceu na noite de sábado, dia 20 deste mês, e chocou a população paraibana. Moradores do bairro realizaram um ato público no último sábado à tarde pedindo mais segurança.

 

"Monstros"

 

Fonte/MaisPB

Imagens compartilhadas no WhatsApp


Suspeito de sequestro e estupro de duas mulheres tenta suicídio no interior de cela


Acusado teria usado um pedaço de cerâmica para cortar os pulsos.

""

Um dos dois suspeitos presos pelo sequestro de duas mulheres e um bebê de nove meses teria tentado suicídio, nesta terça-feira (30), dentro da cela que está detido, na Central de Polícia, no bairro do Varadouro. O acusado, identificado apenas pelo nome de Leonardo, tentou cortar os pulsos com um pedaço de cerâmica arrancada das paredes. A informação não foi confirmada pela Polícia Civil.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para socorrer um dos presos no interior da Central de Polícia. Ele sofreu ferimentos nos braços. O atendimento foi realizado na própria cela.

“A gente foi chamado para atender uma pessoa que tentou cortar os pulsos, ele mesmo se cortou nos dois pulsos. O estado dele é bom, foi realizada a sutura e ele vai permanecer aqui no local. [na Central de Polícia] Ele está consciente e orientado”, disse a enfermeira Danielle Torres à reportagem da TV Correio.

“Ele estava calado, de cabeça baixa e não falou nada. Ele demonstra estar bem preocupado e pensativo”, complementou a enfermeira.

Os dois suspeitos presos serão apresentados à imprensa local, em entrevista coletiva, às 17h30, na Central de Polícia, na Capital.

Os dois homens são acusados de envolvimento nos crimes de sequestro, estupro, homicídio e tentativa de homicídio, que tiveram como vítimas duas mulheres e um bebê de nove meses, no último dia 20. A ação aconteceu em por meio de trabalho integrado entre as equipes da 2ª Delegacia Seccional e Delegacia de Crimes de Roubos e Furtos de João Pessoa.

 

WSCOM Online 



Mostrar mais
Botão Voltar ao topo