Poeta comete suicídio em Cajazeiras



Na madrugada desta quarta-feira(04) por volta das 05h40 da manhã, o ambientalista e escritor cajazeirense, Gilvan Meireles, 62 anos, residente à Rua Siqueira Campos, 175 no centro de Cajazeiras, suisidou-se por meio de enforcamento.

Segundo informações de familiares, Gilvam passa por momentos dificeis, tendo sido levado por parentes para a capital do estado para tratamento.

Conforme informações da Policia Militar o ambientalista foi encotrado pela familia por volta das 05h40 da manhã enforcado em uma corda de nylon, a cerca de 2 metyros de altura.

O Corpo de Bombeiros e as policiais civil e militar foram acionados e conduziram o corpo de Gilvan para o HRC.

Gilvam que era bastante conhecido em Cajazeiras e na região, foi superintendente de meio ambiente de Cajazeiras na gestão do ex-prefeito Carlos Antonio e desde do fim da gestão ficou desempregado, segundo informações Gilva passava por uma fase depressiva.

A cidade de Cajazeiras perde um grande homem, um lutador pelas causas ambientais, um poeta que expressava seu amor pela natureza através re recitais e de poesias.Recentemente Gilvan Meireles foi convidado pelo ex-prefeito e empresário Zerinho para colher material de cunho cultural para ingressar a Fundação José Nelo Rodrigues (Zerinho).

JOSELITO FEITOSA – Diário do Sertão