Pinto do Acordeon vira comenda para homenagear artistas patoenses



O músico paraibano, Pinto do Acordeon, faleceu no dia 21 de julho. Após muitas homenagens por toda a Paraíba devido ao seu legado, o músico pode ser agraciado com a titulação de comenda na Câmara de Vereadores.

A ideia foi do vereador Ranieri Ramalho que apresentou na Câmara o projeto de lei instituindo no município a criação da ‘Comenda Pinto do Acordeon’. A comenda será concedida às personalidades dos meios artísticos e culturais com relevantes serviços prestados ao município de Patos e região.

“O município de Patos tem razões de sobra para se orgulhar da consistência artística, daquele que simbolizava a cultura nordestina, pelo Brasil afora e também por outros Países, representando a nossa Cidade e expandindo a nossa Cultura”, justificou Ranieri Ramalho.

Francisco Ferreira de Lima, conhecido carinhosamente por Pinto do Acordeon, nasceu no dia 18 de Fevereiro de 1948 na cidade de Conceição-PB. Filho de Francisco Moreno e Josefa Ferreira Lima, foi casado com a senhora Madalena Alves Figueredo e tiveram sete filhos: Cicinho, Moisés, Alexandrina, Samuel, Priscila, Elis Regina e Madalena. O mesmo veio a falecer no dia 21 de Julho de 2020, em São Paulo, e sepultado em Patos.

Patosverdade