Pinto do Acordeom dá nome a projeto social que ajuda crianças e adolescentes



Em memória ao grande cantor e compositor sertanejo Pinto do Acordeom, a família do artista está desenvolvendo o Projeto Social Pinto do Acordeom que busca promover o desenvolvimento social e a defesa de crianças e adolescentes em comunidades de Patos com condições de vulnerabilidade social.

O cantor faleceu em 21 de julho de 2020, em decorrência da luta que vinha travando contra o câncer, aos 72 anos.

Famílias dos bairros Salgadinho, São Sebastião e Conjunto dos Sapateiros, em Patos (PB), serão beneficiadas inicialmente com a distribuição de pão e sopa semanalmente. Elas serão cadastradas através das associações e paróquias que auxiliam ao projeto, que pretende beneficiar 100 crianças em cada local, em um total de 300 famílias.

No Salgadinho, os interessados podem efetuar o cadastro nas segundas-feiras, durante a entrega dos itens, na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Aos sábados, o cadastro acontece a partir das 16h na Associação Comunitária do Conjunto dos Sapateiros.

Já no São Sebastião, o cadastro acontece com o auxílio dos agentes comunitários do bairro, que fazem um diagnóstico das famílias para auxílio.

Nessa quarta-feira (27), houve a primeira ação do projeto, com a distribuição de kits com leite para 50 famílias cadastradas.

O filho do cantor, Cicinho Lima, afirmou que esse projeto é incialmente custeado pela família do artista, mas que pode ter a ajuda de outras pessoas que desejem colaborar com as ações. Ainda de acordo com ele, a proposta é ampliar as atividades com aulas de música nas comunidades.

Ray Santana | TV Contexto