PGR dá parecer pela manutenção da prisão de Ricardo Coutinho



O procurador da república, Humberto Jacques de Medeiros, emitiu parecer neste sábado (21),  pela manutenção da prisão do ex-governador, Ricardo Coutinho (PSB), no pedido de Habeas  corpus impetrado pela defesa de Ricardo no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

No parecer, o procurado alega que Ricardo ainda é o líder da organização criminosa mesmo após a saída do governo.

O procurador diz que houve pagamento de propina de mais de R$ 1, 1 milhão para eleição de 2018 e R$ 1 milhão para campanha de 2014.

Um dos argumentos da defesa para solicitar prisão domiciliar de Ricardo foi fato de ter um filho menor sob os seus cuidados, mas Humberto Jacques alegou que a criança tem mãe, que inclusive, recebeu a guarda provisória do menor.

Confira o despacho da PGR neste link

Blog do Anderson Soares




Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Patosonline.com não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2020 se encerrarem.