PF prende quadrilha e ex-sargento acusados de assaltos no Sertão



Uma operação conjunta das delegacias de Polícia Federal em Campina Grande e Patos prendeu, na noite da quarta-feira (29), cinco homens acusados de formação de quadrilha e de praticar diversos assaltos no interior do estado, entre eles um ex-sargento da Polícia Militar da Paraíba.

De acordo com o delegado titular da PF em CG, Francisco Leônidas, a operação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Delegacia de Vigilância Geral da Polícia Civil em João Pessoa. O grupo foi abordado por volta das 20h no posto da PRF em Santa Terezinha, próximo a Patos, quando estava se deslocando para o Sertão com o objetivo de colocar em prática um plano de assalto.

Os cinco acusados estavam em dois veículos de placa fria. Um deles, um Fiat Strada, foi roubado neste mês de julho na cidade de Itambé, em Pernambuco.

Foram presos os pernambucanos Eduardo Carlos de Lima (residente em Ponte dos Carvalhos), Daniel de Almeida Feitosa (de Santa Cruz do Capibaribe) e Marcos Antônio da Silva (de Recife), e os paraibanos Jessé Luiz de Araújo (que morava em Santa Rita) e o ex-sargento José Ailton Ramalho Campos (de João Pessoa).

A PF informou que o grupo portava quatro armas, entre elas três revólveres calibre 38, sendo um com numeração raspada, e uma pistola calibre 380. Os supostos assaltantes também transportavam 75 cartuchos de arma calibre 38, documentos falsos, celulares, cheques e cartões bancários.

Após efetuar as prisões em flagrante por porte ilegal de armas e autuá-los por formação de quadrilha e falsidade ideológica, os policiais verificaram que existem dois mandados de prisão em aberto expedidos em Gurinhém contra o ex-policial militar paraibano, José Ailton.

Todos os acusados foram detidos na sede da PF em Campina Grande e transferidos, na manhã desta quinta-feira (30) para o Presídio do Monte Santo, onde ficam à disposição da Justiça campinense e das comarcas nas quais respondem a processos.

Paraiba1