Policial

PF de Patos prende grupo que se preparava para matar uma pessoa

Um assassinato que seria praticado no Estado do Rio Grande do Sul foi evitado por agentes da Polícia Federal da Delegacia de Patos, que prenderam no final da tarde desta quarta-feira 10, quatro homens em um automóvel Mitshubishi L-200, placas MNC 9566/PB na PB-110, na entrada de Teixeira.

Entre os presos está um sargento reformado da Polícia Militar que inclusive assumiu ser o responsável pelo assassinato. Com o grupo também foi apreendida uma pistola calibre 380 milímetros.

Os presos são Edvan Braz de Souza, conhecido por Branco, de 28 anos; Amaury Braz de Souza (Biu), 29 anos; Pedro Ricardo Correia Mendes, 22 e o sargento reformado da PM paraibana, Sandro Alves Belo, de 66 anos, residente em Teixeira e que está preso no quartel do 3º Batalhão da PM, em Patos.

Segundo o delegado Derly Brasileiro, da PF em Patos, o grupo estava viajando para o Rio Grande do Sul com o objetivo de matar uma pessoa. A prisão aconteceu a partir de investigações realizadas pela Polícia Federal.

Com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, disse o delegado Derly, foi montada uma barreira na entrada da cidade de Teixeira e nas proximidades do Fórum local houve a abordagem e a prisão do grupo.

Com exceção do sargento, que foi entregue a um oficial da Polícia Militar, os demais envolvidos foram levados para o Presídio Padrão de Patos. Todos foram autuados em flagrante como incurso no artigo 288 do Código Penal (formação de quadrilha) e o artigo 14 da Lei 10.826/03 (porte ilegal de arma).

Cardoso Filho

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
close