Pesquisadores paraibanos encontram sítio arqueológico “perdido” há mais de 130 anos



Um projeto composto por estudantes da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) conseguiu alcançar um marco para a arqueologia do Brasil. Sob coordenação do pesquisador e arqueólogo, Juvandi Santos, o grupo descobriu a Pedra de Retumba, em um sítio arqueológico situado no município Pedra Lavrada.

Em entrevista, o professor explicou que a Pedra de Retumba ficou famosa após ser desenhada pelo engenheiro de minas Francisco Retumba em 1886. Ele ressaltou ainda a importância da arte para o Brasil por causa da qualidade e da quantidade das gravuras rupestres encontradas.

O projeto existe há cerca de um ano e visa catalogar sítios arqueológicos na Paraíba.

Segundo Juvandi, a equipe conseguiu atingir 2,5 metros de profundidade na segunda-feira (24) e as escavações devem continuar. Também participam das atividades grupos trilheiros do Seridó da Paraíba, a população lo e alunos dos cursos de História e Geografia da UEPB.

Ele disse ainda que vai solicitar o suporte da Prefeitura da cidade para obter investiment contemplação da população e de turistas também. Juvandi Santos relembra que a primeira referência sobre a existência de sítios arqueológ Brasil advém da Paraíba desde o fim do século XVI.

Ainda segundo o pesquisador, está comprovada a existência da Pedra de Retumba. Ele agora esse é um dos sítios arqueológicos mais importantes do país juntamente com a Ita

DiamanteOnline